Próximo jogo / Classificações

32ª jornada Liga Nos 14/15 - Estoril vs Sporting, Estádio António Coimbra da Mota, dia 10/05, pelas 17h00, direto na Sport Tv
Classificação Liga Nos 14/15 - 1º Benfica 31 jgs, 78 pts; 2º Porto 31 jgs, 75 pts; 3º Sporting 31 jgs, 69 pts; 4º Braga 31 jgs, 55 pts
Classificação II Liga 14/15 - 1º Tondela 42 jgs, 79 pts; 2º Sporting B 42 jgs, 73 pts; 3º Chaves 42 jgs, 72 pts; 4º Covilhã 42 jgs, 71 pts

domingo, 3 de maio de 2015

Sporting 2 x 0 Nacional - Golos de Montero / Sporting TV - 31ª Jornada Liga 2014/2015



O primeiro grande objetivo da época, já foi conseguido. Agora é canalizar as forças e as energias, para a final da Taça de Portugal. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

El Avioncito está de volta


Montero por duas vezes, Mané e Tanaka, selaram a nossa vitória esta noite em Moreira de Cónegos. Registe-se o regresso aos golos de Fredy Montero, ele que já algum tempo estava arredado dos mesmos. Quanto ao mais,  fica a nota apenas que fica a faltar apenas um ponto, para selarmos o carimbo para o play-off da Liga dos Campeões. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas.

domingo, 26 de abril de 2015

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Champions quase quase garantida

Com a vitória de ontem em casa perante o Boavista, o Sporting praticamente garantiu entrada direta na pré-eliminatória da Liga dos Campeões. Se foi fácil a conquista dos três pontos, não, se merecemos a vitória, sim, é o que se pode dizer sobre o jogo que se desenrolou ontem no José Alvalade. Ainda praticamente os sócios e adeptos não se tinham sentado e já Adrien Silva faturava, diga-se em abono da verdade, que terá sido um dos mais rápidos golos da Liga, senão mesmo o mais rápido. Todavia, minutos depois José Manuel conseguiria antecipar-se a Tobias Figueiredo e empatar o jogo. A partir dai e até final da primeira parte, o jogo repartiu-se entre as duas grandes áreas, sem grande supremacia de uma equipa sobre a outra. Marco Silva ainda tentou agitar as águas lançando Slimani para o lugar de Rosell, aos 35 minutos de jogo. Ainda antes do final dos 45 minutos, um erro defensivo leonino iria originar a justa expulsão de Tobias Figueiredo. No reatamento o nosso treinador, retirou Tanaka e fez entrar William Carvalho para reequilibrar a equipa e diga-se que o conseguiu inteiramente. O Sporting jogando com menos um jogador, procurou jogar em contra ataque e após algum assédio inicial boavisteiro, conseguiu através da velocidade de Carrillo e de Nani criar imensas ruturas na defensiva adversária. O nosso golo da vitória iria chegar aos 66 minutos, Carrillo na direita centrou com conta, peso e medida para a cabeça de Slimani e este não se fez rogado. Até final foi saber gerir da melhor forma o resultado, de referir ainda a boa entrada de Mané em campo. Duas notas finais a primeira para o árbitro da partida o Sr., Luís Ferreira, gostei da sua atuação, deixou jogar o quanto baste. A segunda nota para deixar nota da imensa qualidade que William Carvalho transmite a esta equipa, o puto joga e faz jogar. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas.

      
PS Talvez o nosso treinador pudesse e devesse até final da Liga Nos agora que os objetivos estão praticamente atingidos, dar minutos aos miúdos. Geraldes, Wallyson, Gauld, Matheus, Rubio, etc, etc, de certeza que não iriam desaproveitar a oportunidade.  

segunda-feira, 13 de abril de 2015

V. Setúbal 1 - Sporting 2

Só um grande Sporting, poderia ter saído hoje de Setúbal com uma vitória. É que tivemos que lutar contra uma aguerrida equipa e contra um corrupto, por sinal o árbitro do jogo de seu nome, Olegário Benquerença. Para quem não conhece a sua linhagem, o gajo é da estirpe de Lucílio Baptista, aquele que deu o nome à Taça da Liga. Eu até não sou uma pessoa que apele à violência, mas este caramelo merecia... nem sei o quê. Por aqui me fico, porque o gajo que hoje vestia de azul mas que só vê vermelho à frente, não merece mais apitar jogos de futebol. Quanto ao jogo, de referir que após os primeiros dez minutos de jogo, o Sporting pegou na partida e até final da primeira parte, foi dono e senhor da mesma. Mané e Tanaka materializaram em golos, esse mesmo domínio. Na segunda parte, o Vitória entrou novamente com tudo e Suk num grande lance de futebol conseguiu reduzir o score. A partir daí e até final e ainda com umas palhaçadas do cromo Olegário pelo meio, conseguimos dominar e não sofrer muito mais. De referir, que Marco Silva esteve muito bem nas substituições, os meus parabéns ao nosso treinador pela sua sapiência. Duas notas finais, a primeira para todos os sportinguistas que sofrem e vibram com as nossas vitórias, que coração enorme o nosso. A segunda nota é para a Apaf, para a Liga, para a Fpf, apetece-me perguntar quem de entre estas entidades, será a responsável pela nauseabunda arbitragem deste cromo. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas.



PS A nossa equipa esteve toda muito bem, todavia para mim existe um jogador que esteve num patamar acima, o seu nome é André Carrillo. Foi ele o motor, o dínamo que nos levou à vitória. Bruno de Carvalho, sabendo de antemão que Nani para o ano já cá não estará, deve estar a ultimar a renovação do contrato, com substancial melhoria salarial para o peruano. Bem merecida, refira-se de passagem.

domingo, 5 de abril de 2015

Acorda para a vida Marco

Um jogo onde poderíamos facilmente ter goleado, veio a redundar numa tremenda frustração. Dois nomes ficarão para sempre associados a este empate, o primeiro é o do jogador João Mário, o segundo é o do nosso treinador Marco Silva. Quando aos 75 minutos de jogo João Mário entregou a bola numa bandeja de prata a Rodrigo Galo, para este marcar o golo do empate, pensar-se-ia que Marco Silva iria tentar mudar imediatamente algo, para tentarmos dar a volta ao jogo. Puro engano, já que este retira Slimani fazendo entrar Montero e dois minutos depois retira João Mário fazendo entrar para o seu lugar Mané. Em vez de procurar o 4-4-2 manteve a equipa a jogar no mesmo 4-3-3, e sem uma referência no ataque ???. Nem eu nem os sportinguistas que comigo acompanharam o jogo, entenderam as falhas gritantes de João Mário no campo e as de Marco Silva fora dele. E quando assim é, torna-se muito difícil encontrar explicações válidas para o sucedido. Uma nota final, para referir que a equipa fez um grande jogo de futebol, apesar de tudo, o que vem tornar este resultado ainda mais estranho. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas.


PS Que para a Taça de Portugal frente ao Nacional, consigamos corrigir o que de mal não funcionou e se necessário que Marco Silva seja mais inteligente e assertivo na leitura do jogo, algo onde hoje falhou redondamente.