Próximo jogo / Classificações

Classificação Final Liga Nos 16/17 - 1º Benfica 34 jgs, 82 pts; 2º FC Porto 34 jgs, 76 pts; 3º Sporting 34 jgs, 70 pts
Classificação Final Ledman Ligapro 16/17 - 1º Portimonense 42 jgs, 83 pts; 2º Aves 42 jgs, 81 pts; 14º Sporting B 42 jgs, 55 pts

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Sporting B 3 - Braga B 2

O Sporting B voltou à liderança isolada da II Liga, após a vitória por 3-2 diante do Sporting de Braga B, em jogo da 11.ª jornada, disputado ao final da tarde deste sábado em Rio Maior. Os «verdes e brancos» têm agora 3 pontos de avanço sobre o Belenenses, segundo classificado. Depois de uma bela primeira parte, na qual o Sporting B chegou aos 3-0, os visitantes reagiram e reduziram para 3-2, mas o mais importante - a conquista de mais 3 pontos - foi conseguido. Foi uma autêntica entrada de leão da nossa equipa, que aos 8 minutos já vencia por 2-0. Primeiro, aos 4 minutos, João Mário inaugurou o marcador, depois de excelente combinação entre Erick Dier e Ricardo Esgaio no corredor direito; depois, foi Ricardo Esgaio a aumentar a contagem, através de um belo remate de fora da área. Foi o décimo golo do extremo na II Liga, consolidando o estatuto de melhor marcador da competição. A equipa comandada por José Dominguez dominou completamente os acontecimentos e até ao intervalo poderia ter ampliado a vantagem, nomeadamente num livre directo muito bem cobrado por Eric Dier, que passou a rasar o poste esquerdo da baliza de Cristiano. O central inglês, que nas últimas partidas tem alinhado a defesa direito, quase repetiu o feito alcançado frente ao FC Porto B. Os «leões» trocavam muito bem a bola, jogando com grande personalidade e detendo o completo domínio da partida. No segundo minuto de compensação da primeira parte, o Sporting fez o 3-0, por Diego Rubio, na sequência de excelente combinação entre Esgaio e João Mário, com este a fazer uma assistência de morte para o internacional chileno. O Sporting de Braga B só conseguiu chegar com perigo junto da nossa baliza no início do segundo tempo mas Victor Golas respondeu presente, efectuando uma boa defesa. Os visitantes apresentaram-se melhor na segunda parte e conseguiram reduzir aos 55 minutos, por Manoel, com a bola ainda a ressaltar num jogador «leonino». A nossa equipa estava longe do rendimento exibido na primeira parte e o Sporting de Braga B aproveitava para se aproximar com perigo da baliza de Victor Golas. O Sporting B voltou a “puxar dos galões” nos últimos 20 minutos e esteve perto de aumentar para 4-1. E poderia tê-lo feito depois de um lance em que Diego Rubio foi agredido na área dos minhotos, mas o árbitro Rui Costa não assinalou a grande penalidade que se justificava. Aos 88 minutos o Sporting de Braga reduziu para 3-2, novamente com Manoel a facturar. Apesar de mais um susto, de novo protagonizado por Manoel, a nossa equipa conseguiu preservar a vantagem até ao final.

Fonte:

PS É de bom-tom realçar o espetacular campeonato que a nossa equipa B está a realizar. E por vários motivos, o primeiro é o mais importante e indesmentível provando simplesmente que a melhor escola de formação em Portugal contínua a ser na Academia de Alcochete e não no Seixal ou em Gaia como alguns cromos ( chulos e corruptos ) querem fazer querer. O segundo argumento prende-se com a inversão da política desportiva seguida pelo nosso Presidente e que está completamente adequada à realidade do nosso clube,  sempre o afirmei ( ver aqui ) ou ( ver aqui ) e sendo que ninguém duvidará que será este o caminho mais condizente para existir uma boa saúde financeira do clube um pouco à imagem do que passa no FC Barcelona passe a redundância. Terceiro motivo a chegada recente ao Scp de Franky Vercauteren permitirá esperemos uma ligação cada vez mais estreita entre uma das melhores escolas de formação da Europa e quiçá do Mundo e o plantel principal do clube, permitindo a jovens como Esgaio, Dier, Mendes, Agostinho, Mário, Bruma, Betinho, Etock, e tantos outros integrarem-se e darem o salto deixando os cofres do clube bem recheados. Abateremos o passivo da nossa  Sad e a balança entre o deve e o haver ficará mais equilibrada permitindo outro tipo de voos e mais importante do que isso permitirá um futuro sustentável e duradouro para o grande e histórico Sporting Clube de Portugal. Saudações Leoninas.

Sem comentários:

Enviar um comentário