Próximo jogo / Classificações

Classificação Final Liga Nos 16/17 - 1º Benfica 34 jgs, 82 pts; 2º FC Porto 34 jgs, 76 pts; 3º Sporting 34 jgs, 70 pts
Classificação Final Ledman Ligapro 16/17 - 1º Portimonense 42 jgs, 83 pts; 2º Aves 42 jgs, 81 pts; 14º Sporting B 42 jgs, 55 pts

domingo, 26 de outubro de 2014

Sporting 4 - Marítimo 2

Não foi nada fácil a vitória do Sporting perante o Marítimo de Leonel Pontes, sendo que a maioria de nós já esperávamos que isso viesse a acontecer. A nossa entrada em campo foi boa e rapidamente se apanhamos a ganhar por dois a zero, primeiro através de um auto golo de Bauer e depois através de João Mário a centro de Nani. O Marítimo apesar de posicionar bem as suas pedras em campo, definia mal os lances atacantes e disso se aproveitava o Sporting que antes do intervalo iria chegar ao três a zero por Paulo Oliveira, após canto apontado por Nani. Tudo mudaria no reinício já que em poucos minutos Maazou marcaria por duas vezes, colocando a emoção e a indefinição no resultado final outra vez em campo. Todavia Fredy Montero poucos minutos depois mataria o jogo, o colombiano fez um golo mágico para ver e rever. Recebeu a bola na área a passe de Adrien no peito e mataria com o seu pé esquerdo não dando quaisquer hipóteses de defesa a Salin. Até ao final da partida o Sporting soube gerir o jogo da melhor forma possível, e juntar assim mais três pontos ao seu pecúlio. Três notas finais, a primeira para o Marítimo, joga um futebol bonito nunca se remetendo à defesa, tendo em Maazou o seu expoente máximo. A segunda nota é para o árbitro da partida o Sr., Manuel Oliveira da AF do Porto, gostei muito da forma como deixou jogar, está de parabéns. A última nota vai para os mais de 37 mil sócios e adeptos que estiveram em Alvalade esta noite a apoiar a nossa equipa, a vitória é para eles. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas. 


PS Na baliza Patrício poderia e deveria ter feito mais no primeiro golo, já que no segundo era praticamente impossível parar a bomba de Maazou ( que grande jogador ), nos mais esteve certo quando chamado a intervir. No setor defensivo e começando pelos laterais deve-se referir que Jonathan esteve melhor do que Cédric, quanto aos centrais Maurício esteve mais uma vez uns furos abaixo de Paulo Oliveira. O defesa português para mim é o homem do jogo, pelo golo que marcou e pelas suas intervenções plenas de autoridade. No centro do terreno, destaque para o muito trabalho de Adrien e William e para o bom jogo de João Mário. No ataque Nani e Carrillo estiveram mais uma vez endiabrados e Montero voltou aos golos, marcando tão somente o golo da noite. Os três que entraram, Capel, Miguel Lopes e Tanaka cumpriram com a missão que lhes foi confiada por Marco Silva. Pena a falta de minutos de jogo para o japonês, certamente ficará para próxima oportunidade.  

Sem comentários:

Enviar um comentário