Próximo jogo / Classificações

Classificação Final Liga Nos 16/17 - 1º Benfica 34 jgs, 82 pts; 2º FC Porto 34 jgs, 76 pts; 3º Sporting 34 jgs, 70 pts
Classificação Final Ledman Ligapro 16/17 - 1º Portimonense 42 jgs, 83 pts; 2º Aves 42 jgs, 81 pts; 14º Sporting B 42 jgs, 55 pts

domingo, 19 de junho de 2016

A seleção de Jorge Mendes

Meus amigos é tão simples como isto. Portugal não é a seleção de todos nós, Portugal é sim a montra perfeita para a Gestifute de Jorge Mendes. Senão vejamos, o agente hoje representava no onze inicial da equipa das quinas, sete atletas. No banco e representados pelo mesmo, ainda tínhamos Bruno Alves e Renato Sanches ( os defesas centrais em campo já eram representados por si, e colocar o miúdo talvez desse muito nas vistas ). Ou seja meus amigos, o tal Sr., tem nove atletas em vinte e três imaginem só, qual é então a principal preocupação de um agente com o poder de Jorge Mendes ?, é colocá-los a todos se possível, no palco para se tornarem ainda mais apetecíveis. Dai André Gomes e João Moutinho serem titulares indiscutíveis nesta seleção ( ambos representados pela Gestifute ), e mais uma vez terem sido duas nulidades em campo, ai desculpem Moutinho foi considerado o homem do jogo pelos utilizadores do site da Uefa, não não é mentira, é mesmo verdade, dá para acreditar ?. E isto tem acontecido com toda a naturalidade deste mundo, não me perguntem como mas o Eng. Fernando Santos tem dado primazia aos atletas do agente, em detrimento de atletas em melhor forma ( levou Adrien Silva, ou Rafa Silva a França para quê ? ). Não sei se a seleção é controlada à distância por satélite, se por controlo remoto, email, ou qualquer outro meio alternativo, mas que algo de estranho se passa, ai ninguém ouse duvidar. Pode ser que um dia destes a verdade venha ao de cima, e ai todos venhamos a saber a podridão que grassa nesta triste seleção nacional. Saudações Leoninas.



PS No grupo mais acessível deste Europeu, Portugal tem sido uma autêntica desilusão. Contabiliza dois empates, um com a Islândia e outro com a Áustria, e parte para a última jornada frente à Hungria com a calculadora na mão. Quanto ao jogo de ontem, de referir que sofremos do mesmo mal do jogo frente à Islândia, jogo muito pouco fluído, e pouco discernimento na hora de finalizar. Depois temos um treinador que além de ler mal o jogo, mexe quase sempre tarde logo dá poucos minutos aos suplentes utilizados. Então no final das partidas é curioso, o Eng. lá continua impávido e sereno, como se nada fosse com ele, e a conversa essa é sempre a mesma após cada desaire, não podemos repetir, é para ganhar, vamos à final para vencê-la, blá blá, whiskas, saquetas. Apesar deste desabafo continuo a acreditar que iremos passar a fase de grupos, todavia haja paciência e pachorra para tamanha incompetência. 


Sem comentários:

Enviar um comentário