Próximo jogo / Classificações

Classificação Final Liga Nos 16/17 - 1º Benfica 34 jgs, 82 pts; 2º FC Porto 34 jgs, 76 pts; 3º Sporting 34 jgs, 70 pts
Classificação Final Ledman Ligapro 16/17 - 1º Portimonense 42 jgs, 83 pts; 2º Aves 42 jgs, 81 pts; 14º Sporting B 42 jgs, 55 pts

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Liga Nos ( 21ª jor. ) / Moreirense 2 - Sporting 3

O Sporting regressou às vitórias na Liga Nos, ao vencer fora o Moreirense por 3 bolas a 2. Voltamos a assistir a uma primeira parte muito mal jogada pela nossa parte, e a um futebol de primeira água praticado na segunda parte do jogo. A sensação que fica no ar, é que o guião conservador apresentado por Jorge Jesus aos jogadores no início dos jogos, tem forçosamente que ser renovado. Esta linha de pensamento poderá e deverá até passar por incluir algumas mexidas no plantel, que me parecem claramente óbvias. A inclusão de Bryan Ruiz no onze inicial continua a ser surpreendente, especialmente quando o nosso treinador tem Alan Ruiz em campo. Continuo a afirmar que o costa-riquenho não cria desequilíbrios na ala esquerda, e torna o nosso futebol lento e fastidioso ( o seu lugar natural é a segundo ponta da lança, mas está claramente fora de forma ). A sua saída de campo e a entrada do jovem Daniel Podence aos 64 minutos, estão intimamente ligadas e não podem ser dissociadas uma da outra. É a partir da entrada de Podence que o Sporting estica o seu jogo, chegando rapidamente ao empate e ao golo da vitória. Existe também outro nosso jogador que não está em forma trata-se de Schelotto, o jogador não está bem fisicamente e perdeu várias bolas nas suas costas. Jorge Jesus tem para o seu lugar Ricardo Esgaio, e não se deve esquecer dessa mesma opção. Nota final para mais uma vez destacar o incessante e brilhante apoio à nossa equipa, por parte dos nossos sócios e adeptos nesta fria e chuvosa noite em Moreira de Cónegos. Em frente, Sporting. Saudações Leoninas. 


PS Grande exibição de Alan Ruiz esta noite, frente ao Moreirense. O argentino está a mostrar as credenciais que se lhe apontavam, começando a demonstrar toda a plenitude do seu futebol. Para mim ele foi claramente o man oh the match. No segundo lugar do pódio aparece o menino Daniel Podence, a forma desinibida e prática como joga deve encantar até os mais céticos. Por último e não menos importante quero salientar Bas Dost, o holandês continua de pontaria bem afinada, e o Sporting agradece pois claro.

Sem comentários:

Enviar um comentário